News
Loading...

Após 3 anos desativado, Posto Alfandegário é inaugurado


A solenidade de reinauguração do prédio do Posto Alfandegário de Guajará-Mirim/RO, da Receita Federal do Brasil, ocorreu na manhã desta quinta-feira, 25.
Prestigiada a inauguração da reforma do prédio por autoridades civis, militares, servidores, comerciantes e imprensa. O evento contou com a presença do Superintendente da Receita Federal na 2ª região fiscal, Moacyr Mondardo Júnior, do Delegado da Receita Federal do Brasil, em Porto Velho, Michel Lopes Teodoro e do inspetor substituto da Receita Federal, em Guajará-Mirim, Paulo Ricardo de Oliveira Giron.
O posto estava fechado desde a enchente de 2014, quando foi parcialmente destruído e desde então não recebeu nenhum reparo. Os atendimentos aos contribuintes foram realizados na sede da Receita Federal, mas o turista praticamente não procurava de forma espontânea o prédio para declarar a mercadoria.   
 No primeiro semestre do ano de 2016, a obra orçada em aproximadamente R$ 500 mil, atendeu a recuperação das paredes, da parte interna e externa do prédio, construção de rampas, pisos antiderrapante, bem como toda a parte elétrica, assim como o obstáculo na parte externa contra a água, prevenindo assim caso o rio Mamoré venha a encher. Conclusos a recuperação, nesta quinta-feira o prédio foi entregue, além da fiscalização da Receita Federal, outros órgãos funcionam também no prédio, como a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) e Polícia Federal.
O inspetor substituto, Paulo Giron, ressalta ainda a importância do posto para o Estado e o país, tendo em vista que todos os dias cerca de mil turistas passam pela fronteira geralmente com produtos importados da Bolívia. Ele afirmou que, além do controle de importados, a fiscalização vai fortalecer o combate ao contrabando de drogas, armas e munições na divisa entre os dois países.
 "O atendimento vai melhorar, os turistas que passam pelo local e os servidores que trabalham no prédio terão mais conforto", disse o Delegado da Receita Federal do Brasil, em Porto Velho, Michel Lopes Teodoro. Afirmando ainda que nos próximos dias a máquina que scannea os objetos, tipo raio x, estará ativada.
Para o comandante do 6º Batalhão de Infantaria de Selva, Tenente Coronel Lustosa, destacou a importância da aduana em uma fronteira, ressalvando também a parceria entre os órgãos federais e de segurança do Estado que através de ações demonstram a presença de cada órgão em Guajará-Mirim, fronteira com a Bolívia.
Fonte: O MAMORÉ










Share on Google Plus

Produção ROTA MAMORE

Mande sua sugestão de repostagem aqui. rotamamore@gmail.com ou ligue ou mande suas imagens no whatsap: (69) 99368-6667 ou 99261-1156. Sua identidade será mantida sob sigilo.