News
Loading...

ILEGAL: CONTADOR ACUSADO DE SUBTRAIR MAIS DE UM MILHÃO EM PESOS BOLIVIANOS É PRESO EM RO

O suspeito foi conduzido a uma Delegacia de Polícia, em Porto Velho/RO, sob suspeita de estar envolvido com o furto a uma loja de perfumaria, mesmo dando nome falso, um investigador boliviano o reconheceu. Nesta quinta-feira, 10, o homem foi preso e extraditado ao seu país, onde responde processo judicial por fraude.
A denúncia partiu da Fuerza Especial de Lucha Contra el Crime (FELCC-Bolívia), da Divisão de Investigação da Polícia Nacional Boliviana, nesta quarta-feira, 09. O investigador da FELCC procurou a 1ª Delegacia de Polícia Civil de Guajará-Mirim/RO para denunciar que por meio de notícia via imprensa da Capital teve conhecimento que o contador de nacionalidade boliviana Humberto Vasquez Mariaca encontrava-se residindo na cidade de Porto Velho/RO. O contador responde a um procedimento criminal na Bolívia, onde é acusado de praticar de forma fraudulenta uma cooperativa, subtraindo a quantia superior a um milhão de pesos bolivianos. Policiais do Serviço de Investigação e Captura (Sevic), de Guajará-Mirim, e da 1a. Unidade Especializada de Fronteira (Unesfron), acompanharam policiais bolivianos até a Capital do Estado, onde na companhia de policiais civis de Porto Velho, conseguiram prender Humberto, em seguida encaminhado para o município de Guajará-Mirim e extraditado para o seu país, onde responde criminalmente.
A reportagem do jornal e site O MAMORÉ foi informada que Humberto não possuía autorização legal da Imigração para viver no Brasil, emitida pela Polícia Federal, na fronteira em Guajará-Mirim.Fonte: O MAMORÉ
Share on Google Plus

Produção ROTA MAMORE

Mande sua sugestão de repostagem aqui. rotamamore@gmail.com ou ligue ou mande suas imagens no whatsap: (69) 99368-6667 ou 99261-1156. Sua identidade será mantida sob sigilo.

0 comentários :

Postar um comentário