News
Loading...

PM PRENDE SUSPEITO DO HOMICÍDIO QUE VITIMOU ROSÂNGELA MARCOLIN


A prisão do autor, D.P.L., do fato aconteceu na madrugada deste domingo (25).



O núcleo de inteligência da polícia militar em patrulhamento realizou a abordagem de um veículo Chevrolet D-20 de cor branca, próximo ao auto posto Rebouças. Ao se aproximar do veículo para realizar a abordagem o condutor acelerou demasiadamente tentando despistar os policiais.

Dentro do veículo estavam C.P.L., M.P.L. e o condutor R.S.O.. Os policiais, considerando que C.P.L. era um dos suspeitos da prática do homicídio que vitimou Rosângela Marcolin, detiveram-no imediatamente.

No veículo também foi encontrado um revólver Taurus calibre 22 com dois cartuchos deflagrados. Suspeita-se de que esta arma tenha sido usada no crime que ocorreu na manhã de sábado (24).

Questionado o condutor R.S.O. sobre seu destino, foi relatado que estava a caminho da 10ª linha do Ribeirão e que veio a Nova Mamoré comprar bebidas alcoólicas. R.S.O. também foi questionado sobre o paradeiro de D.P.L. (autor do homicídio), e ao tentar responder ele entrou diversas vezes em contradição. A polícia, em ato contínuo de diligência, resolveu se deslocar até a 10ª linha do Ribeirão do Taquara, lugar onde localizaram e prenderam D.P.L..

Todos foram apresentados na delegacia de polícia civil e ficaram à disposição do comissário de plantão.


O crime

D.P.L. relatou aos policiais que, na madrugada do dia (24), foi até a casa de Rosângela na companhia de Amaro (Nenenzão), local onde consumiram entorpecentes. No momento em que ele ia deixar o local, ele sentiu falta do seu aparelho celular LG K-10 de cor dourado. D.P.L. questionou Nenenzão e Ronsângela afim de saber onde estava seu aparelho.

Contudo ele foi alvo de zombaria dos questionados. Em seguida chegou na residência C.P.L., irmão de D.P.L., pilotando uma motocicleta. D.P.L. relatou que pegou a motocicleta de seu irmão enquanto C.P.L. impedia que Nenenzão deixasse o local.

Ao regressar a casa de Rosângela, D.P.L. fez uso do armamento para coagir Rosângela e Nenenzão, fato este que levou a uma acalorada discussão, que se findou após DP.L. desferir disparos com o revólver em Rosângela e Nenenzão. 

Rosângela ainda chegou a ser socorrida pela emergência mas veio a óbito e Nenenzão, que foi baleado na altura da Clavícula, também foi socorrido. Em seguida D.P.L. fugiu do local na garupa da motocicleta pilotada por seu irmão.

Fonte: Rota Mamoré

Share on Google Plus

Produção ROTA MAMORE

Mande sua sugestão de repostagem aqui. rotamamore@gmail.com ou ligue ou mande suas imagens no whatsap: (69) 99368-6667 ou 99261-1156. Sua identidade será mantida sob sigilo.

0 comentários :

Postar um comentário