News
Loading...

RANKING: NOVA MAMORÉ TEM O SEGUNDO PIOR ÍNDICE DE DESENVOLVIMENTO NO ESTADO, EM 2016



Divulgado na última quinta-feira (28) pela Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro (Firjan), com base em dados de 2016, o IFDM – Índice Firjan de desenvolvimento Municipal 2018, que monitorou os indicadores sociais em 5.471 municípios, onde vivem 99,5% da população brasileira.

Dentre os 52 municípios rondonienses, Ji-Paraná é o que mais desenvolveu em 2016, em Rondônia, atingindo a 755ª posição do ranking nacional. Vilhena ficou em segundo e ficou com a 960ª colocação, seguido de Ariquemes, Cacoal, Pimenta Bueno, Pimenteiras e Porto Velho. Os piores índices em Rondônia são dos municípios de Nova Mamoré, em penúltima colocação e Cujubim, em último.


O estudo adota uma escala de avaliação que vai de 0 a 1 – quanto mais próximo de 1 maior o desenvolvimento do município. As cidades são divididas em quatro categorias: baixo desenvolvimento (de 0 a 0,4), desenvolvimento regular (0,4 a 0,5), desenvolvimento moderado (de 0,6 a 0,8) e alto desenvolvimento (0,8 a 1). O índice vem sendo aferido há uma década.

O município vizinho, Guajará-Mirim, mesmo com todas suas mazelas e infortúnios políticos e econômicos, ocupa uma posição melhor que Nova Mamoré. De acordo com o índice Firjan, A Pérola do Mamoré ocupa a 45ª colocação, sete pontos a frente de Nova Mamoré, que completa trinta anos de sua emancipação Político-Administrativa, no próximo dia 21 de julho e se orgulha tanto de ter o segundo maior rebanho bovino do Estado de Rondônia, mas com um dos piores índices de desenvolvimento humano  do Brasil, dos 5.471 municípios brasileiros, Nova Mamoré está a frente apenas de 399 municípios.

Fonte: Portal Mamoré


Share on Google Plus

Produção ROTA MAMORE

Mande sua sugestão de repostagem aqui. rotamamore@gmail.com ou ligue ou mande suas imagens no whatsap: (69) 99368-6667 ou 99261-1156. Sua identidade será mantida sob sigilo.

1 comentários :