News
Loading...

Policiais civis prendem acusado de matar "Orelhinha"

O acusado foi preso na zona rural do município de Guajará-Mirim/RO, nesta sexta-feira, 26.
Com apenas uma imagem do circuito externo da câmera de segurança de uma residência e muita investigação, policiais civis da Divisão de Homícidios (D.H.) conseguiram chegar até o autor do disparo que tirou a vida de Manoel Luiz da Silva, "Orelhinha" ou "Manoel Orelhinha", de 51 anos. O acusado foi preso na zona rural do município de Guajará-Mirim/RO, nesta sexta-feira, 26.
Andrson confessou que matou para se vingar dos furtos que "Orelhinha" cometeu em seu comércio

Os policiais tiveram imagens do momento que a motocicleta chegou durante a madrugada do dia 22 de março, o condutor desceu no lava jato localizado no bairro Serraria, adentrou no depósito onde Manoel dormia em um colchonete estendido ao chão. Cerca de três disparos foram efetuados, um acertou a cabeça da vítima, que após a chegada de uma guarnição da Polícia Militar e averiguar as imagens da câmera descobriram que os disparos foram efetuados dentro do depósito. No local, os policiais encontraram a vítima agonizando (Veja matéria: http://www.omamore.com.br/2019/03/morre-homem-atingido-por-disparo-na.html). Bombeiros socorreram "Orelhinha", que foi conduzido a um Hospital até Porto Velho, devido a gravidade de seu estado de saúde. No início da tarde do dia seguinte, 23 de março, a vítima faleceu.

Investigação
Os policiais da Divisão de Homicídios passaram a investigar, chegando até a pessoa de Andrson Clayton Silva de Souza, de 38 anos, vulgo "Pipirá" ou "Anderson Doidão". A delegada Luanda Luiza Mota Ximenes, solicitou ao Poder Judiciário um mandado de prisão temporária em desfavor do mesmo. Após a determinação do juiz encarregado ser emitida na data desta sexta-feira, 26, os policiais cumprirem mandados de busca e apreensão em residências onde possivelmente Andrson estaria escondido, os policiais continuaram a diligenciar na tentativa de prender o acusado, sendo preso no início da tarde, quando encontrava-se escondido em um sítio localizado na km 14, da Estrada do Palheta, zona rural do município.

Relatos apurados pela reportagem do jornal e site O Mamoré, Anderson confessou a autoria do crime, afirmando que "Manoel Orelhinha" furtou por várias vezes seu comércio, Anderson Cabeleireiro, localizado no Mercado Público Municipal e por este motivo se vingou.

O revólver calibre 38 foi apreendido, supostamente usado para praticar o crime

Os policiais da D.H. apreenderam também a arma de foto calibre 38, com cinco munições intactas, possivelmente a usada para praticar o crime, também foi apreendida uma motocicleta, Yamaha, cor preta e um veículo Gol, de cor preta, a namorada do acusado encontrava-se com o mesmo no sítio, sendo conduzida para também prestar depoimento. Após ser interrogado, Andrson realizou o exame de corpo de delito e foi entregue no presídio masculino, estando à disposição da Justiça.
Fonte: O MAMORÉ
Share on Google Plus

Produção ROTA MAMORE

Mande sua sugestão de repostagem aqui. rotamamore@gmail.com ou ligue ou mande suas imagens no whatsap: (69) 99368-6667 ou 99261-1156. Sua identidade será mantida sob sigilo.

0 comentários :

Postar um comentário