News
Loading...

JUÍZA DETERMINA QUE MANIFESTANTES SE AFASTEM DO PRÉDIO DA ENERGISA EM NOVA MAMORÉ SOB PENA DE MULTA DE 20 MIL REAIS

(Momento em que oficial intimava a população sobre a Liminar)

Mesmo com a medida a população conseguiu entregar a reivindicação ao representante da Energisa
A manifestação que acontecia de forma ordeira e pacífica na sede da Energisa em Nova Mamoré/RO, na manhã desta terça – feira (05), foi encerrada após o movimento receber a visita de um oficial de justiça trazendo uma liminar de desocupação do prédio.

A população da zona rural compareceu e ocupou o prédio e esperava a visita do representante da Energisa, na qual uma pauta de reivindicação seria entregue para que ações fossem tomadas em relação a melhoria da energia na zona rural, porém os populares quase não foram atendidos.

No decorrer da manifestação, a população foi informada que a convide de alguns empresários, que não tinham apoiado a população um dia antes (no distrito, em que houve uma manifestação), havia seguido para Nova Dimensão, e lá se reuniu com eles, deixando a população esperando por horas, pois a reunião era para ser na prefeitura, o que não acorreu.

(Alfredo, representante da Enersgisa assinou um documento diante a presença de todos)
Por volta das 13 horas, o representante da Energisa chegou ao prédio, aonde a população estava reunida, a princípio ele não queria que tivesse a presença da imprensa e nem de políticos, momento em que ele foi repreendido pelos manifestantes e todos puderam participar.

Ele trazia com si um documento que apresentava pontos em que garantia o início dos trabalhos o mais rápido possível. Documento que ele havia entregue aos empresários em uma reunião que aconteceu pela na manhã em Nova Dimensão, apenas com empresários.

A população reunida fez um requerimento, com uma pauta em relação as melhorias que são necessárias para o distrito de Nova Dimensão e linhas vicinais, o documento foi assinado pelo representante Alfredo que se comprometeu com a população ali reunida.

(Requerimento foi assinado por todos os presentes e entregue a Energisa)

Por volta das 14 horas um oficial de justiça compareceu no prédio da Energisa em Nova Mamoré, com uma liminar em mãos, para que fosse cumprida a determinação judicial para que a população se afastasse do prédio em perímetro de 50 metros.

O processo é de N° 7003423-48.2019.8.22.0015 de origem da Comarca de Guajará - Mirim/RO, foi distribuído as 9h, despachado pela juíza que emitiu a liminar as 10h, as 12h já estava na central de mandados e as 14h o oficial já estava cumprindo, tudo isso em tempo recorde.

E que o descumprimento da medida acarretaria em multa diária de 20 mil reais. A determinação fui cumprida. A população conseguiu ser ouvida, é importante destacar a força da população de Nova Dimensão e região e moradores da região do Ribeirão.

Foi bastante sentido a falta de participação em massa da população da zona urbana de Nova Mamoré, que mesmo prejudicada, poucas pessoas compareceram no local da manifestação. A população zona rural segue esperançosa.



Fonte: Mamoré Agora
Share on Google Plus

Produção ROTA MAMORE

Mande sua sugestão de repostagem aqui. rotamamore@gmail.com ou ligue ou mande suas imagens no whatsap: (69) 99368-6667 ou 99261-1156. Sua identidade será mantida sob sigilo.

0 comentários :

Postar um comentário