News
Loading...

CASO ELOÍSA: CORPO É ENCONTRADO AS MARGENS DO RIO MADEIRA E SUSPEITO DE ENVOLVIMENTO NO DESAPARECIMENTO É PRESO

 


Nova Mamoré - Com apenas 6 anos, a vida da criança que era portadora de Síndrome de Down, Eloísa C. M., filha do casal Paraguai, muito conhecido na região de Vila Murtinho e de Suzana, terminou de forma trágica, seu corpo foi achado na manhã desta terça – feira (22), as margens do Rio Madeira sem vida.

No domingo (20), o drama da família foi iniciado quando a menina, que saiu para brincar desapareceu próximo do sítio onde ela morava, preocupados os pais acionaram logo vizinhos e amigos e passaram a procurar pela criança, porém a menina já não foi mais encontrada.

(Amigos e vizinhos procurando pela criança)

Na noite de Domingo, um homem que morava em uma casa próximo a Cachoeira, despontava como suspeito de envolvimento no desaparecimento, pois ao ter seu nome verificado constava contra ele um mandado de prisão por um estupro de vulnerável em Ariquemes/RO.

Na segunda – feira (21), a Polícia Militar, familiares e amigos passaram o dia procurando pelo rio, margens e arredores, inclusive pedindo ajuda das autoridades. No fim do dia, a perícia da Politec encontrou vestígios de sangue em uma pedra próximo à casa do homem.


(Local onde uma mancha de sangue foi encontrado)

Carlos Oliveira Alves, 66 anos, foi preso em Nova Dimensão, após sumir do local do fato e passar a ser procurado pela polícia, na delegacia, ele negou envolvimento, negou inclusive o caso ocorrido em Ariquemes. Ele está no presídio em Guajará – Mirim/RO.

Na manhã desta terça-feira (22), uma equipe do Corpo de Bombeiros foi ao local, um helicóptero também foi solicitado e só não foi por conta da situação climática, mas os bombeiros nem precisaram descer, populares encontraram o corpo próximo do local do fato.

O corpo foi levado para passar por uma necropsia, mas pela análise preliminar, a criança provavelmente foi estuprada e teve seu corpo jogado no rio. A família ficou muito abalada com todos os fatos que chocaram a população de Nova Mamoré/RO. A Polícia Civil segue investigando o caso.





Fonte: Mamoré Agora - www.mamoreagora.com.br 
Share on Google Plus

Produção ROTA MAMORE

Mande sua sugestão de repostagem aqui. rotamamore@gmail.com ou ligue ou mande suas imagens no whatsap: (69) 99368-6667 ou 99261-1156. Sua identidade será mantida sob sigilo.

0 comentários :

Postar um comentário