News
Loading...

PROCON EM RONDÔNIA VAI EXIGIR QUE CLUBES E BOATES COBREM O MESMO VALOR PARA ENTRADA DE HOMENS E MULHERES


A partir desta segunda-feira (10) o Procon de Rondônia vai notificar donos de bares, restaurantes e casas noturnas de todo o Estado a se adequarem a uma nova norma do Ministério da Justiça sobre a ilegalidade de cobrança diferenciada para entrada de homens e mulheres em ambientes de lazer e entretenimento. “É comum essa diferenciação de preços na maioria dos lugares que frequentamos e isso é proibido porque o sistema intende que os direitos são iguais. Usar a mulher como marketing para atrair os homens a irem nesses lugares é uma afronta à dignidade da mulher. Agora, nós vamos notificar esses estabelecimentos a se adequarem o mais rápido possível e caso não seja atendido o pedido, nós vamos fazer os procedimentos legais”, disse o coordenador do Procon, Rui Rodrigues Costa.

Os consumidores que se sentirem lesados em algum estabelecimento comercial podem procurar o órgão e denunciar. “Aquele consumidor que for surpreendido com essa diferenciação de preço nesses lugres ele pode fazer a denúncia que nós vamos enviar uma equipe de fiscal até o local. Caso esse proprietário seja flagrado descumprindo essas regras, ele corre risco de ser multado e ter o estabelecimento fechado dependendo do caso”, informou.
 Pelas novas regras, homens e mulheres devem pagar o mesmo valor para entrar em clubes, boates ou qualquer ambiente onde seja cobrada entrada.
Proprietários divididos
A gerente da boate Savanas discorda da decisão e prever queda no movimento. “O gasto que uma mulher tem com roupas, sapatos e cabelos são muito mais que o de um homem que quase não ligam para essas coisas. Com essa determinação, nós vamos ter que igualar os preços e consequência disso o movimento vai cair bastante nas noites de funcionamento”, disse a gerente. 
Já para o proprietário do Informal Pub, Gerson Rufino dos Santos, a determinação judicial está correta. “Eu concordo e acho justíssimo. E já fizemos a mudança há 20 dias, quando fui informado por um amigo que mora em São Paulo que essa determinação seria publicada. A partir daí já mudamos os valores, é lógico sem querer se aproveitar da situação para ganhar mais, mas fizemos um ajuste nos preços, igualando os valores para homens e mulheres”, conta o empresário.

Sobre as reclamações das clientes, Gerson disse que foram poucas. “Algumas disseram que gastam muito para se arrumar, para sair, mas eu expliquei que a decisão foi em respeito às mulheres, já que a Justiça entendeu que as casas noturnas estavam usando as mulheres como iscas, cobrando menos, para atrair os homens, que são os que de fato mais consomem. Mas no geral as minhas clientes entenderam e até gostaram”, concluiu.
O Procon de Porto Velho fica localizado Av. Sete de Setembro, no Centro da cidade (Tudo Aqui) e funciona das 7:30 às 18h, sem limites de senha.


Procon em Rondônia vai exigir que clubes e boates cobrem o mesmo valor para entrada de homens e mulheres


Share on Google Plus

Produção ROTA MAMORE

Mande sua sugestão de repostagem aqui. rotamamore@gmail.com ou ligue ou mande suas imagens no whatsap: (69) 99368-6667 ou 99261-1156. Sua identidade será mantida sob sigilo.