News
Loading...

PORTO BOLIVIANO ESTÁ FECHADO EM PROTESTO A NOVAS NORMAS DE TRAVESSIA DE MERCADORIAS ENTRE BRASIL E BOLÍVIA



Na manhã desta quinta-feira (17) o Porto Boliviano na cidade de Guayaramerin-Beni, fronteira com Guajará-Mirim, foi fechado inclusive para passageiros e estudantes brasileiros que estudam na Bolívia. O transporte de mercadorias já estava parado. O protesto não tem previsão de encerrar.

A iniciativa de fechar o Porto Boliviano conforme informação obtida pela reportagem é de iniciativa dos canoeiros e de entidades sociais da Bolívia, que protestam com as novas normas de transportes de mercadorias entre os dois países na fronteira, que pode gerar caos social, principalmente em território Boliviano, deixando muitos trabalhadores sem trabalho.


Os governos do Brasil e da Bolívia em 1990 assinaram um tratado para que as exportações para o território boliviano fossem feitas exclusivamente por uma balsa regulamentada, e a partir disto o transporte não poderia ser realizado por barqueiros (motores rabeta), além disso a aduana boliviana iria ter o controle das mercadorias entradas na Bolívia.

A Medida trouxe revolta de comerciantes dos dois países, que afirmam que serão prejudicados direta e indiretamente devido ao alto valor das travessias e também pela burocracia para conseguir fazer as vendas e entrega de mercadorias.

No porto oficial de Guajará-Mirim a população se reuniu ao lado do Museu Histórico Municipal e realizam barreira em forma de protesto com a adoção da medida que pode causar desemprego e gerar caos social.


O Presidente da Associação Comercial, Marcio Badra juntamente com empresários de Guajará-Mirim não tem medidos esforços para que o impasse seja solucionado, inclusive já participou em Brasília de reunião com o secretário Nacional da Receita Federal com a participação também de Senadores e deputados federais para que o impasse possa ser solucionado e o comercio entre os dois países voltar à normalidade, pois o prejuízo está sendo diário para o comercio local.

Fonte: Portal Guajará


Share on Google Plus

Produção ROTA MAMORE

Mande sua sugestão de repostagem aqui. rotamamore@gmail.com ou ligue ou mande suas imagens no whatsap: (69) 99368-6667 ou 99261-1156. Sua identidade será mantida sob sigilo.

0 comentários :

Postar um comentário